sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

O que nos dizem os sinais de pontuação?

Deixo-vos um texto inédito muito interessante da escritora Alice Vieira sobre alguns sinais de pontuação.

«Eu sou o maior»

«O Ponto Final, a Vírgula e o Ponto de Interrogação tentavam descobrir qual deles era o mais importante.
- Quem é que faz todas as perguntas? Quem é que põe todas as dúvidas? Alguém duvida que o mais importante sou eu? - disse o Ponto de Interrogação.
- Eu sou a resposta a todas as perguntas. O fim de todas as discussões. Eu sou o mais importante - disse o Ponto Final.
- E tu serves para quê? - perguntou o Ponto de Interrogação à Vírgula.
E a Vírgula respondeu:
- Experimentem dizer: “Ana Teresa Maria José Rita Sofia eram da mesma família!”.Sem mim, quantos irmãos tem a família?
- Seis - disse o Ponto Final.
- Serão mesmo seis? - perguntou o Ponto de Interrogação.
- Comigo, podem ser apenas três: “Ana Teresa, Maria José, Rita Sofia”. Mas também podem ser quatro: “Ana, Teresa, Maria José, Rita Sofia”. Sem mim, nunca saberão.
- Pronto - disse o Ponto Final.
- Digamos que valemos todos o mesmo. Sem pontos, vírgulas e pontos de interrogação, as palavras andavam todas perdidas pelo meio das histórias».
Afinal, os sinais de pontuação falam mesmo e são muito importantes na nossa linguagem e comunicação escrita. Prestem agora atenção e não se esqueçam:
- Ponto final (.) - usa-se no final da frase e obriga o leitor a uma paragem;
- Vírgula (,) - separa os elementos da frase; marca uma pausa de pequena duração;
- Dois pontos (:)- usam-se antes de uma citação, de uma enumeração ou de um esclarecimento;
- Ponto e vírgula (;) - usa-se para separar orações coordenadas; obriga a uma pausa mas não termina a frase;
- Ponto de exclamação (!) - utiliza-se quando se deseja exprimir uma expressão de surpresa, receio, admiração, alegria, entusiasmo, dor, ou de outra natureza;
- Ponto de interrogação (?) - usa-se para fazer uma pergunta;
- Reticências (...) - indicam que a frase está incompleta; assinalam uma hesitação, uma pausa ou uma interrupção;
- Travessão (-) - utiliza-se nos diálogos para indicar a fala das personagens;
Sinais auxiliares de escrita:
- Aspas (" ") e aspas altas (« ») - empregam-se no início e no fim de citações, em certos termos ou expressões de outros textos e em títulos de uma obra;
- Parênteses curvos ( ) e parênteses rectos ou colchetes [ ] - assinalam informações diversas, como explicações, reflexões, comentários, uma nota emocional, etc.
Fonte: Carlos Reis, Programas de Português do Ensino Básico, Lisboa, 2009, e Celso Cunha e Lindley Cintra, Nova Gramática do Português Comtemporâneo, Edições João Sá da Costa, Lisboa, 1992.

1 comentário:

Mariana disse...

Olá a todos! Os sinais de pontuação são mesmo muito importantes, cada um com a sua função e ritmo. Como seriam os textos sem eles? Muito confusos!
Bjs, Mariana.